Realização

Todos os direitos reservados a

FILMAÊ 

Este projeto é realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal

Patrocínio

Parcerias

eixo

Apoio

Coordenador
Geral

FERNANDO

Campos

Licenciado em Sociologia pela Universidade de Brasília com especialização em documentarismo pela Escola Internacional de Cinema e TV em Sto. Antônio de Los Banos, Cuba. Coordenou a exposição Brasília 35 ANOS, A Cidade e o Cidadão”,1995. Estufa Fria, Lisboa. Dirigiu o documentário A POÉTICA DO CERRADO, 2005 e HETOHOKY, Karajá, 2008. Criou e organizou conteúdos audiovisuais sobre a vida de Cora Coralina para instalação informativa na Casa de Cora, Cidade de Goiás. 2009. Consultor pela UNESCO (2012 a 2016) na área de produção audiovisual no Departamento de Patrimônio Imaterial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Hoje é diretor executivo da Empresa Memória Digital em Brasília. É responsável por projetos de produção de filmes de micro orçamento que utilizam dispositivos móveis.

GUILHERME

Pastana

Bacharel  em Comunicação Social pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) com especialização (MBA)  em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Desenvolve projetos e consultoria na área de Marketing Cultura. É um dos idealizadores do Festival Filmâe como produtor executivo do evento  desde sua primeira edição em 2018. Atuação na área de ensino: Ministrou o curso de extensão “Animação e Humor” na Universidade de Brasília em 2003 sob a coordenação  do professor doutor Armando Bulcão. Ministrou o curso Animação e Humor na Universidade de Brasília. Foi produtor executivo dos cinco vídeos realizados pela oficina Um dia, Um filme, no ano de 2017.Bacharel em Rádio e TV pela UNESP. Produtor de audiovisual desde 1996, atuou em diversos documentários, vídeos institucionais e comerciais de TV. Também trabalhou com artes para televisão, desenvolvendo cenários e vinhetas. Principais Clientes: Embrapa, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, VolksWagen e Fiat. Trabalha atualmente como videografista e ilustrador na TV Câmara no desenvolvimento de projetos visuais (cenários, vinhetas, desenhos animados e artes explicativas).

Coordenação de
Marketing
Direção
Artística

GUILHERME

Carvalho

Graduado Bacharel em Artes Cênicas e pós-graduado com Mestrado em Arte pela Universidade de Brasília (UnB), onde foi professor da grade de Ensino a Distância – EaD. Ministrou várias oficinas de teatro, teatro de bonecos e palhaço que resultaram em montagens e apresentações. É integrante e um dos fundadores do grupo Pirilampo - Teatro de Bonecos e Atores, onde é produtor, ator, dramaturgo e diretor de vários espetáculos desde 2001, como a peça “Toco”, contemplada como Melhor Espetáculo Infantil de 2016 pelo Prêmio Sesc de Teatro Candango. Idealizou a plataforma “www.MeVer.com.br”, para produção e transmissão audiovisual com interação pela internet.Trabalha como Palhaço desde 2002 em espetáculos solos, em circos, em hospitais e em eventos. Participou de mostras e festivais Nacionais e Internacionais (no Equador em 2008 e no México em 2013). Produziu, entre outros, cinco edições da Mostra Zezito de Circo e o evento Brasília Outros 50, em comemoração aos 50 anos da cidade. Atualmente é sócio e produtor executivo do Filmaê - Festival de Cinema Móvel de Brasília.

TATIANA

Carvalhedo

Atua desde 2007 na produção e gestão cultural com foco no teatro, música e circo. Produziu mais de 40 espetáculos de grupos brasilienses como Teatro do Concreto, Grupo Sutil Ato, Esquadrão da Vida, Cia. Márcia Duarte, Cia. B, Grupo Liquidificador, Cia. Colapso, Casulo, e outros. Fez produções locais em teatros da CAIXA CULTURAL para Thiago Petit, Grace Passô, Grupo Sobrevento, Cia. Pequod e outros. Desde 2014 faz a produção do projeto SOLO MÚSICA que acontece em algumas unidades da CAIXA CULTURAL (Brasília). Produziu e fez a gestão de projetos consagrados, com circulação nacional, como Diário do Maldito e Entrepartidas do grupo Teatro do Concreto pela BR Distribuidora, Prêmio Miriam Muniz e FAC- Fundo de Apoio Cultura SECULT/DF; MOBAMBA da Cia. Márcia Duarte pela BR Distribuidora e CAIXA CULTURAL; AUTÓPSIA do grupo Sutil Ato pelo edital de ocupação do CCBB e  FAC - Fundo de Apoio  Cultura SECULT/DF; Quando o Coração Transborda do grupo Esquadrão da Vida pelo FAC - Secretaria de Cultura do DF; AISTHESIS, Itaú Rumos e residência em Portugal pelo FAC – Fundo de Apoio  Cultura SECULT/DF; RIVOTRIO da Cia. Colapso pelo Prêmio Miriam Muniz. Também produziu os festivais Mostra Zezito e Encontro de Palhaças, ambos na área circense, e as exposições: Brinquedos a mão - curadoria Salua Cherquer. Folclore Digital e O essencial é invisível aos olhos, ambas do VJ SUAVE; Êxodos - Instituto Terra; Cidade em Tiras - curadoria André Cezaretto, todas realizadas na Caixa Cultural Brasília. Atualmente produz o Grupo Embaraça/DF, as oficinas do escritor pernambucano Marcelino Freire e faz gestão de projetos.

Coordenação
Administrativa
Produção
Executiva

THAY

Limeira

Pernambucana radicada em Brasília, produtora cultural e curadora de cinema com trajetória cineclubista, formada em Antropologia pela Universidade de Brasília (UnB). Atua na gestão, produção e curadoria de projetos culturais e de cinema. De 2012 a 2018, integrou a equipe da produtora cultural brasiliense Sétima Cinema, assumindo a direção de produção de diversos projetos realizados pela produtora, como Festival Curta Brasília, Festival CineFoot e Festival InterAnima de Animação e Interatividade.  Como curadora, integrou a curadoria de importantes festivais e mostras do DF e do Brasil, como Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Festival Taguatinga de Cinema, Festival Curta Brasília, Mostra Canavial (PE), Circuito Itinerante Cine Solar (SP). Atualmente, é diretora de produção da Mostra Cinema Urbana de Filmes de Arquitetura de Brasília e Produtora Executiva da 2º edição do Festival Filmaê de Cinema de Dispositivos Móveis.

MAURÍCIO

Borges

Atua ao longo de quase três décadas como designer gráfico, acumulando experiência em centenas de campanhas, publicações, programação visual para produtos e instituições, cartazes, editoração, nos mais variados estilos e propostas, atendendo à diversas editoras nacionais, agências de comunicação, governo federal e outras entidades públicas e privadas. No mercado publicitário, como diretor de arte e assina cases de sucesso de branding e criações de peças publicitárias. Consultor do Sebrae DF para design gráfico. Membro da ADEGRAF - Associação dos Designers Gráficos do DistritoFederal. Diretor-sócio da Cartaz Criações e Projetos Gráficos

Designer
Gráfico
Programador
Visual

RODRIGO

Mafra

Ilustrador, animador e esculturista. Americana SP. Cartunista e chargista - Jornal O Liberal EUA – Fort Madison / IA - AFS Intercâmbio Cultural Brasília DF / São Paulo - Universidade de Brasília , artes plásticas, Ilustrador publicitário, editorial (literatura infantil ) , animação e Direção de arte para curtas metragens e comerciais de TV, esculturas para prêmios e arquitetura, exposições ( São Paulo, Itália, Brasília). Clientes: SESI, ONU, Macmillan, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Ministério da Saude, Ministério do Esporte, Ministério da Cultura, Mr Brain, Monumenta, British Council, CNMP, Brasil Telecom , Banco Central, BRB - Banco de Brasília , Fields 360, Americel /Claro, Giraffas, Universidade de Brasília.

FÁBIO

Lopes

Formado em Administração e Pós-Graduado em Gestão Empresarial e Marketing, atua como Profissional da Área de Comunicação, Marketing e Publicidade desde 2002. Já foi dj, locutor e coordenou a Rádio Transamérica de Brasília, passou por Tvs Web e lecionou durante 12 anos nos cursos de Ciências Sociais, Comunicação, Cinema e Fotografia. Também é diretor-fundador de duas empresas: a agência EIXO e a REALIZZE Produções. Conhecido também como Fábio Professor, é consultor empresarial na área de marketing e propaganda, atendendo empresas dos mais variados portes e segmentos. Além disso, desde 2018, tem realizado o papel de Embaixador e Partner da plataforma Wix no DF. 

Webdesigner
Coordenador de
​Mídias Sociais

GU

Da Cei

Artista visual e bacharel em Comunicação Social, com habilitação em Comunicação Organizacional pela Universidade de Brasília (UnB) e tecnólogo em Marketing pelo Centro Universitário Internacional. Possui experiência reconhecida nas áreas de assessoria de comunicação, marketing digital e produção de conteúdo. Ganhador do Prêmio de Arte Contemporânea Transborda Brasília, desenvolve o seu trabalho artístico no âmbito da intervenção urbana, performance e vídeo, além de  buscar compreender as possibilidades dialógicas entre processos históricos e contemporâneos da fotografia, bem como seus espaços de exibição e circulação.

LUPE

Leal

Ator, diretor e gestor cultural. Mestre em Artes Cênicas e graduado em Cinema (UnB). Tem formação artística complementar no DF (Espaço Cultural 508 Sul) e no exterior, como na Escola Internacional de Teatro Jacques Lecoq (França, 2017), no Teatro O Bando (Portugal, 2016) e na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (Portugal, 2012). Premiado pelo júri popular por "Movimentos de um ovo" no 1/4 de Cena - Festival de Cenas Curtas (2017), obra em que atua solo, dirige e roteiriza. Trabalhou como ator e preparador de elenco em mais de uma dezena de curta metragens. Na área de dramaturgia e roteiro destacam-se "Coração é terra que ninguém vê" (co-roteirista), que circulou em quinze festivais, incluindo o Festival Internacional de Cine de la Habana (Cuba, 2018) e "A floresta que se vinga" (2018), longa-metragem em que atua, dirige e roteiriza. É ator-pesquisador vinculado ao NEM - Núcleo Experimental em Movimento (desde 2013), em que se destacam: “Lá - viver em quadrados" (ator), com circulações em temporadas e festivais nacionais (DF, MS e AM, 2017-19) e internacionais (Chile e Portugal, 2019); e “Tempo p’ra dizer” (diretor teatral), mais recente trabalho do grupo, com estreia em Macau (China, 2018) e participações em festivais internacionais (Cabo  Verde e Angola, 2019). Integra o BR S.A. Coletivo de Artistas (desde 2014) como ator e produtor cultural. O grupo, premiado por espetáculos de palco e de rua, atua em distintas regiões do Brasil e fora dele, como no Chile (2018), nos Estados Unidos (2016) e na Argentina (2019), além de diversas regiões do Brasil (AC, DF, GO, MG, MT, RJ, SC, SE, SP) desde 2009. Em 2019/20, participa da Semana de Programadores do Festival Internacional de Teatro Santiago a Mil (Chile) e Festival Internacional de Teatro de Buenos Aires como coordenador de internacionalização da Casa da Cultura da América Latina - de Brasília - e de parcerias culturais da Mostra Internacional de Teatro do Fundão.

Curadoria Mostra Internacional
Curadoria Mostra Internacional

JOAQUIM

Lima

É graduado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília. É produtor do grupo teatral NEM – Núcleo Experimental em Movimento. Em 2019 realizou a internacionalização dos espetáculos do grupo, que esteve em Chile, Angola, Portugal e Cabo Verde. Atua como produtor em diversos festivais, como o Festival Internacional de Teatro de Brasília - Cena Contemporânea, o Livre! Festival Internacional de Literatura e Direitos Humanos, o Festival de Brasília de Cinema Brasileiro, o Festival Coma, e o BIFF - Brasília International Film Festival. Produziu ainda o Cena Contemporânea 2017, Festival CéU (Cena Universitária de Brasília) [2017] no Brasil e fora dele junto ao o Netzwerkunst [promoção de eventos artísticos] em Bochum na Alemanha [2014]. De 2012 a 2013 trabalhou na Diretoria de Relações Internacionais do Ministério da Cultura.

ALEX

Vidigal

Professor da Universidade Católica de Brasília (UCB) e Mestre em Imagem e Som pela Universidade de Brasília (UNB) e Videomaker Alex Vidigal começou a desenvolver projetos audiovisuais ainda no período de sua formação na UCB. Alem de inúmeros trabalhos nos gêneros de ficção, documentário, videoclipe e institucional a experimentação em vídeos para a internet (projeto experimental É Nóis – A Série) trouxe notoriedade do trabalho do realizador em espaço local e no país. Seus curtas-metragens O Filho do Vizinho (2010) e Riscados Pela Memória (2018) foram premiados por todo o país e exibidos nacional e internacionalmente.

Jurado Oficial
Jurado Oficial

ARTHUR

B. Senra

É belo-horizontino, diretor, montador, curador e programador de cinema e audiovisual. É especialista em Processos Criativos em Palavra e Imagem (2013), e formado em Cinema e Vídeo (2010). Em Belo Horizonte, de 2016 a 2018 foi programador e curador da sala de cinema do Sesc Palladium; trabalhou no Centro de Referência Audiovisual (atual Museu da Imagem e do Som) de 2006 a 2008; foi responsável pelo audiovisual da ONG Favela é Isso Aí de 2009 a 2011, atuando também na curadoria e programação de três edições do festival de cinema Imagens da Cultura Popular Urbana; foi assistente de direção da MUMIA – Mostra Udigrudi Mundial de Animação de 2006 até 2015, em funções de produção, programação e legendagem. Participou também da comissão de curadoria internacional e programação do 19º Festival Internacional de Curtas de BH em 2016. Fez parte do júri de duas edições da Mostra SESC de Cinema (MG), duas edições do FestiFrance (Festival de Curtas Franceses), do 6º Festival Educação Integral de Minicurtas de Belo Horizonte e 2ª Mostra Oficinema em Amparo (SP). Atualmente em Brasília, trabalha no Festival Curta Brasília.